financiamento Imobiliário

Sabemos o quanto a compra do seu imóvel é importante e o quanto você esperou para concretizar esse sonho. Foi pensando nisso, que criamos uma fintech especializada em facilitar o seu financiamento imobiliário. Nosso objetivo é esclarecer as suas dúvidas e te auxiliar durante todo o processo, garantindo um financiamento sem burocracias, com um custo possível e de acordo com o seu perfil. Nós queremos fazer parte do seu sonho, te ajudando e permitindo que você aproveite ainda mais esse momento único, que é a compra do seu imóvel.

Vantagens da Credimorar

  • Simulação do seu financiamento na hora
  • Pré-análise do seu crédito em até 24h
  • Busca pela melhor taxa, aquela que cabe no seu bolso
  • Atuação em todo o Brasil
  • Disponibilidade para te atender no horário e no dia que você escolher
  • De graça. Você não paga nada por isso

empréstimo com garantia

É uma modalidade de empréstimo feita para quem precisa de dinheiro rápido e com pouca burocracia. Você coloca o seu imóvel como garantia e recebe o valor correspondente a até 30% do valor da avaliação. Você não precisa desocupar o seu imóvel para conseguir o crédito. Outra vantagem do refinanciamento são as taxas de juros. Em outras categorias de empréstimo, os juros podem chegar até 12% ao mês, enquanto a taxa dessa modalidade vai de 1% a 1,5% ao mês + IPCA. Além disso, você tem a vantagem de um longo prazo para quitar: até 10 anos.

faça as contas!

O empréstimo com garantia de
imóvel é a modalidade que
oferece os menores juros.

  • Economia de até R$ 10.854,00/mês

    R$ 1.606,01
    (1,24% am)

    Credimorar

  • R$ 5.499,01
    (5,49% am)

    Empréstimo Pessoal - Banco

  • R$ 10.250,08
    (10,25% am)

    Cheque Especial

  • R$ 12.460,01
    (12,46% am)

    Cartão de Crédito

*Valor estimado das parcelas mensais numa simulação de crédito de R$ 100.000, a ser liquidada no prazo máximo permitido de 120 meses.

*Fonte: Banco Central do Brasil - Taxas bancárias médias referentes ao período de 12/07/2019 à 18/07/2019 - Pessoa Física.

Financiamento imobiliário

principais DÚVIDAS

Quais os documentos necessários para adquirir um financiamento?

Para a aquisição do financiamento o banco exige alguns documentos para análise:

  • • RG e CPF ou CNH na validade;
  • • Certidão de estado civil, nascimento ou casamento;
  • • Comprovante de endereço;
  • • Comprovantes de rendimento (holerites ou extratos bancários);
  • • Declaração de IR;
Qual o prazo máximos das prestações e como é calculado?

O prazo máximos das prestações é de 360 meses, o valor à financiar é diluído na quantidade de prestações calculando-se pelo juros conforme tabela SAC (Sistema de Amortização Constante);

Consigo utilizar o FGTS para a compra do imóvel?

A utilização do FGTS está condicionada ao contribuinte ter acima de 3 anos de registro em carteira, ou seja, contribuir ao fundo por mais de 3 anos.

Qual a diferença entre o juros e a CET (Custo Efetivo Total)? Encargos e seguros no financiamento.

Os juros são definidos pelas instituições financeiras afim de remunerar o valor do empréstimo realizado, sendo calculado sobre as parcelas do contrato. O CET (Custo Efetivo Total) é a taxa correspondente as despesas e encargos que incide sobre operações de crédito, ou seja soma-se ao juro, demais despesas da operação, como seguros e taxas de cobrança.

Qual o prazo da operação entre o início do financiamento até a conclusão e aquisição do meu imóvel?

A operação tem em média de 25 dias entre a análise de documentos, imóvel e emissão do contrato, com a solicitação de resgate do FGTS pode levar em torno de 30 dias.

Quais as taxas/impostos que devo pagar na aquisição do financiamento?

Após a conclusão e emissão do contrato de financiamento, existem os seguintes custos:

  • • Taxa de avaliação do imóvel (tarifa banco);
  • • Custo do registro do contrato junto ao Cartório de Registro de Imóveis, (1% do valor do imóvel/média);
  • • ITBI (Imposto sobre transmissão de Bens e Imóveis), (3% do valor do imóvel);
Qual o prazo para obter minha escritura registrada?

Após a entrada do contrato junto ao Registro de Imóveis competente, o tempo de registro leva em torno de 20 dias úteis para a conclusão e pagamento ao vendedor do imóvel.

Empréstimo com garantia

principais DÚVIDAS

O que é refinanciamento ou empréstimo com garantia de imóvel?

É uma modalidade de empréstimo feita para quem precisa de dinheiro rápido e sem burocracia. Você coloca o seu imóvel (pode ser comercial ou residencial) como garantia e recebe até 50% do valor em poucos dias.

  • O prazo máximo da operação é de 10 anos/ 120 meses com taxas de juros entre 1% a 1,28% ao mês mais IPCA, dependendo do perfil do cliente;
  • O imóvel não precisa estar desocupado, podendo estar com inquilinos sem qualquer ônus;
  • Durante o pagamento do financiamento, o imóvel fica alienado com o banco ou fundo de crédito emitente do contrato;
  • Para composição de renda, o cliente poderá optar em colocar até 4 participantes, não precisando ser consanguíneos.
As taxas são mesmo mais baixas?

Sim. Os juros de um empréstimo são calculados com base no risco do investimento. Quanto maiores forem as chances de o banco ficar no prejuízo, mais alta será a taxa. A instituição financeira vai querer sempre que a rentabilidade compense o risco. Usar um imóvel como garantia assegura o banco e por isso, essas taxas de juros diminuem consideravelmente. Desde que você continue pagando as mensalidades em dia, o valor total pago será bem menor. Em outras modalidades de empréstimo, os juros podem chegar até 12% ao mês, enquanto a taxa Do refinanciamento da Credimorar é de1% a 1,28% ao mês mais IPCA.

Preciso ter medo de perder o imóvel?

De forma alguma! O seu imóvel é colocado em garantia apenas para que você tenha as melhores condições de juros e mais tempo para pagar. Ou seja, o seu imóvel em garantia é um facilitador. O banco e a Credimorar não tem interesse algum em executar o imóvel e por isso, a nossa equipe se disponibiliza para planejar o empréstimo junto ao cliente. Comercialmente, é mais vantajoso que o credor seja capaz de arcar com as parcelas do empréstimo.

Ainda preciso comprovar renda?

Sim. Mesmo com um imóvel como garantia, os bancos ainda exigem uma análise de renda para liberar o empréstimo. Além disso, empréstimos feitos com análise de crédito costumam ter taxas menores do que a média, pois o banco fica mais seguro em relação à capacidade de pagamento. Isso evita que a instituição corra riscos desnecessários e que a pessoa contraia uma dívida que não pode pagar.

Preciso ser o dono do imóvel?

Mesmo que você não seja o proprietário, é possível usar o imóvel de outra pessoa como garantia, desde que ela seja voluntária e assine o contrato. Não é necessário que a construção seja de um parente de sangue.

O processo aqui é um pouco mais longo, exigindo a confirmação e documentação legal de todas as partes. Nesse caso, você é quem precisa ter a renda comprovada para que o crédito seja liberado. O imóvel a ser dado como garantia, deverá ter valor superior a R$ 300.000 e estar em uma cidade com mais de 100.000 habitantes.

estão falando da gente! depoimentos de clientes